Brasil é um dos líderes no uso de apps de troca de mensagens

No momento em que este texto é escrito, dois dos cinco apps mais baixados nas lojas da Apple e do Android são para troca de mensagens. De acordo com números do Kantar Ibope Media, 84% dos brasileiros usam ao menos um aplicativo do tipo em seus smartphones mensalmente.

Brasília e Porto Alegre são os dois locais com maior taxa de uso—com 90% e 87% dos usuários de smartphones usando esse tipo de app. Ambos estão acima da média nacional para aplicações de trocas de mensagens.

O levantamento do órgão mostra que existe variação de acordo com sexo, faixa etária e classe social. Quanto maior a classe, maior é o uso, por exemplo. Entre as classes A e B o uso chega a 88%. Na classe C esse número cai para 80% e entre as classes D e E fica em 66%. Todos os números são calculados entre pessoas que tenham um smartphone.

As mulheres usam mais apps de mensagens do que homens. São 86% contra 82% de usuários. A faixa etária que é mais adepta a apps como WhatsApp, Messenger e Skype é de jovens entre 20 e 24 anos. Entre eles, 90% dos donos de smartphones usam algum aplicativo de mensagens instantâneas.

O Brasil é um dos países com maior taxa de uso de aplicações de mensagens instantâneas do mundo. De acordo com um levantamento global da Kantar, por aqui, 73% dos donos de smartphone usam apps assim diariamente.

No Reino Unido, a taxa de uso diária é de apenas 39% e nos EUA de 35%.