Cinzas de astrônomo que descobriu Plutão estão a bordo da sonda New Horizons

A sonda New Horizons entrou oficialmente na esfera de influência gravitacional de Plutão na semana passada e, nesta terça-feira (14), mais de nove anos depois de deixar a Terra, a espaçonave dará um rasante de 12 mil quilômetros de altitude sobre o planeta anão.

Os instrumentos a bordo irão capturar as imagens mais detalhadas já registradas de Plutão. Mas, ao lado dessas ferramentas, estará outro tipo de bagagem: as cinzas de Clyde Tombaugh, o astrônomo americano que descobriu Plutão no começo do século passado.
ADVERTISEMENT

Tombaugh, que morreu em 1997, começou a trabalhar como fazendeiro, construindo seus próprios telescópios a partir de sucatas de equipamentos de agricultura. Aos 20 anos, entrou em contato com o observatório Lowell, no estado americano do Arizona, para descobrir se estava no caminho certo.

“Ele queria sugestões para construir telescópios melhores, então enviou alguns de seus desenhos de Marte e Júpiter”, disse Annette Tombaugh, filha do astrônomo, ao site da NASA. “Eles responderam dizendo que queriam contratá-lo.” O trabalho de Tombaugh no observatório permitiu que ele descobrisse Plutão, em 1930, além de centenas de asteroides.

885x591-20081022-02-lg-20150713085449
Um pequeno recipiente contendo as cinzas de Tombaugh está preso no teto da New Horizons, com a inscrição: “Aqui dentro estão os restos do americano Clyde W. Tombaugh, descobridor de Plutão e da ‘terceira zona’ do sistema solar, filho de Adelle e Muron, marido de Patricia, pai de Annette e Alden, astrônomo, professor, piadista, e amigo: Clyde W. Tombaugh (1906-1997).”

Além das cinzas do astrônomo, também estão a bordo da New Horizons outras bagagens curiosas, como um CD com imagens da equipe que trabalhou na missão, um pedaço da SpaceShipOne (nave que completou o primeiro voo espacial privado em 2004) e um selo de 1991 do planeta anão, com a frase “Plutão: Ainda Não Explorado.”

“Acho que meu pai estaria emocionado com a New Horizons”, afirmou Annette Tombaugh à NASA. “Quando ele olhou para Plutão, aquilo era apenas um pontinho de luz… tenho certeza que iria significar muito para ele ver o planeta que ele descobriu melhor estudado, melhor entendido.”

Fonte: NASA

Avalie:
1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (No Ratings Yet)
Loading...