Operadoras de fora e Microsoft cuidará sozinha dos updates do Windows 10 Mobile

Apesar de ter essa intenção desde o Windows Phone 8, a Microsoft nunca conseguiu de fato controlar a distribuição de novas versões do SO móvel e passar por cima das operadores quando fosse necessário. Mas a história deve mudar no Windows 10: a empresa confirmou ao site ZDNet que oferecerá diretamente ao consumidor updates contínuos para o sistema.

As atualizações virão pelo já conhecido Windows Update, que terá sua função ampliada – hoje, a ferramenta fica responsável por gerenciar apenas os patches de segurança. “Com o Windows 10, o Update também entregará regularmente inovações do Windows em adição aos updates de proteção”, diz um texto compartilhado em um dos blogs da companhia. Foi no endereço, aliás, que a novidade foi anunciada originalmente, mas sem muito destaque.

“Fugindo” das operadoras, a Microsoft espera conter um princípio de fragmentação que afeta o Windows nos smartphones. Nos EUA, como ressaltou o ZDNet, o Lumia 830 da AT&T ainda não recebeu o update Denim, assim como o Lumia 635 da T-Mobile. A situação não é muito diferente do que se vê também no Brasil, onde alguns modelos vinculados a operadoras – o Lumia 635 e o 930 da Vivo, segundo a MS – ainda não receberam a atualização.

O problema ainda está longe de ser grave como é no Android, mas ter uma solução já pronta é sempre interessante. Mas aplicá-la de fato ainda poderá ser um desafio: apesar de estar prometido para todos os aparelhos que rodam WP 8.1, o update para o Windows 10 Mobile ainda dependerá da boa vontade das operadoras.