Samsung apresenta Galaxy S7 com tela que fica sempre ligada

A Samsung apresentou hoje (21) o seu novo smartphone topo de linha chamado Galaxy S7. O produto chega em duas versões, S7 e S7 edge, que têm tamanhos diferentes, mas ambas contam com telas que permanecem sempre ativas para que o usuário veja horário e notificações.

O recurso tira proveito da tecnologia Super Amoled da Samsung, que utiliza materiais orgânicos para dar luz própria aos pixels quando estimulados por uma corrente elétrica, dispensando a retroiluminação LED dos paineis LCD mais comuns.

Em termos práticos, isso melhora a taxa de contraste das imagens e, mais importante, reduz o consumo de bateria – o que permite que o display permaneça ligado sem gastar muita energia.

O recurso já foi implementado pela Microsoft em alguns integrantes premium da linha Lumia, como os modelos 830 e 930, que também têm telas Amoled. Hoje, em uma conferência mais cedo, a LG apresentou o seu smartphone G5, que tem o mesmo recurso – mas o principal diferencial do produto é o fato de ser modular.

A Samsung informou que os dois modelos da linha Galaxy S7 chegarão ao mercado em meados de março. Ainda não se sabe se o Brasil está entre os primeiros países a receber os produtos.

Todos os detalhes sobre os novos integrantes da sétima geração da linha Galaxy S foram revelados pela Samsung hoje, durante uma conferência que antecede a abertura da feira de tecnologia móvel de Barcelona, a Mobile World Congress, que acontece de 22 a 25 de fevereiro. O evento foi transmitido pela internet e atingiu picos de 500 mil internautas assistindo simultaneamente.

O vídeo de divulgação, que poderá ser conferido abaixo, foi exibido para a plateia da conferência em realidade virtual. Para isso, a Samsung disponibilizou exemplares do seu headset Gear VR, que foi feito em parceria com a Oculus VR.

Confira o vídeo de apresentação dos novos Galaxys. A reportagem continua na sequência.

Antigos recursos de volta

A fabricante sul-coreana trouxe de volta à sétima geração da linha Galaxy S dois recursos que abandonou em 2015: suporte para cartões microSD e resistência à água.

Os aparelhos contam com a certificação IP68, o que lhes conferem proteção contra submersão a 1 metro de profundidade ao longo de até 30 minutos e também contra a entrada de poeira.

Os cartões microSD, unidades de armazenamento que permitem expandir o espaço para guardar arquivos, podem ter capacidade de até 200 GB para funcionar nos novos Galaxy.

fonte: samsung e exameabril

Avalie:
1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (No Ratings Yet)
Loading...