Saude: Células de câncer de pulmão se espalham como tendas não-estacionadas segundo estudo

As células de câncer de pulmão espalhadas são como tendas que caíram e estão à deriva no vento, Segundo estudo realizazdo por cientistas da Universidade de York.
A comunicação entre duas proteínas é o que desencadeia a tendência da célula a perder sua forma e tornar-se comunicavel, Segundo o estudo
celulla cancer pulmão informacaobrasil.com.br
Em consequencia isso permite que as células para viajar para outras áreas do corpo.
Os pesquisadores disseram que suas descobertas podem ajudar a prevenir a propagação do câncer de pulmão.
Pesquisadores de York e da Universidade do Texas descrevem como o centro de comunicação de uma célula – conhecido como o aparelho de Golgi – recebe um sinal de proteínas que provoca o movimento de sacos de membrana dentro dele.
Este movimento altera a forma e a superfície da célula cancerígena, permitindo que ele se liberte de suas amarras e se mova livremente.
Lados de recolhimento
O Dr. Daniel Ungar, do Departamento de Biologia da Universidade de York, disse que estava apto a pensar na célula cancerosa que se assemelha a uma estrutura de tenda.
“Tem lados fixos para manter a sua forma e está firmemente ancorado ao solo, a fim de proteger o seu conteúdo.
“Para mover a barraca, temos que reorganizar o seu conteúdo e recolher os seus lados, a fim de levantá-lo de sua posição ancorada e levá-lo para longe”, disse ele.
Ele acrescentou que um processo semelhante acontece com o câncer quando se espalha – suas bordas externas são alteradas deixando-lo comunicavel.
O estudo descobriu que uma proteína chamada Zeb1 foi fundamental para este processo ea equipe de pesquisa agora quer olhar para a forma de direcionar a proteína sem danificar as células saudáveis, em que a proteína também existe.
Os pesquisadores só olharam para as células de câncer de pulmão e não sabem se o mesmo processo ocorre em outros tipos de câncer.

Fonte: bbc adaptada para o portal informacaobrasil